Sobre coaching

Coaching é um processo relativamente novo para nós aqui no Brasil. Parece difícil de explicar, já que não é muito comum. No entanto, nos Estados Unidos, na Inglaterra e em alguns países da Europa, o coaching é bastante difundido e até mesmo muito especializado. Coaching é um processo em que se forma uma parceria entre o coach (eu) e o coachee ou cliente (você). Essa parceria tem a finalidade de fazer com que o cliente possa alcançar os resultados que pretende. Como um “treinador”, o coach não vai “fazer por você”, mas vai estar junto de você, apoiando-o e amparando o seu desenvolvimento com ferramentas e técnicas testadas e validadas no meio científico.

E como acontece esse processo?

Definir objetivos, motivar-se, planejar as ações, agir e melhorar continuamente: este é o ciclo vivenciado em um processo de coaching. O coaching é realizado por meio de sessões em torno de 50 minutos (exceto a primeira sessão que pode durar até 70 minutos), geralmente semanais. Idealmente, o que se deseja é que o cliente possa assimilar as ferramentas e as técnicas utilizadas pelo coach e se torne, assim, capaz de estender a sua aplicação a outras áreas da sua vida. Uma relação de coaching é uma relação entre iguais, não tem o objetivo de gerar dependência. Ao contrário, o coaching busca desenvolver uma noção concreta de responsabilidade e poder para criar as próprias experiências de vida – e, com isso, a própria vida.

Por que fazer participar de um processo de coaching?

Em primeiro lugar, porque o coaching comprovadamente traz resultados! Além disso, é um processo riquíssimo de autodescoberta!